Províncias

Centros comunitários da Huíla aumentam o ensino pré-escolar

Domingos Mucuta|Lubango

O ensino pré-escolar na Huíla abrange 1.503 crianças, dos dois aos cinco anos, inseridas nos centros infantis comunitários nos municípios da província, revelou, no Lubango, a directora da Assistência e Reinserção Social, Catarina Manuel.

O ensino pré-escolar na Huíla abrange 1.503 crianças, dos dois aos cinco anos, inseridas nos centros infantis comunitários nos municípios da província, revelou, no Lubango, a directora da Assistência e Reinserção Social, Catarina Manuel.
Falando no encerramento da jornada da criança de instituições pré-escolares, Catarina Manuel referiu que o ensino à primeira infância é garantido em 21 centros construídos no âmbito dos Programas Infantis e que na cidade do Lubango foram criadas oito instituições do género. Catarina Manuel disse que todos os municípios do interior oferecem o ensino pré-escolar mas as chuvas dos últimos meses destruíram três centros: “infelizmente, os centros infantis comunitários de Cuvango, Caluquembe e Jamba não resistiram à forças das chuvas porque foram construídos com materiais locais e estão a aprender neste momento em salas provisórias”.
A directora da Assistência e Reinserção Social na Huíla disse que para reforçar o sector social, vai admitir 75 novas educadoras e vigilantes de infância que participaram recentemente num concurso público. “O enquadramento de novos agentes vai suprir as necessidades de quadros que temos actualmente, numa altura em que há educadoras e vigilantes de infância com reforma confirmada”, disse.
O lar Tchio, que acolheu o acto, tem 22 crianças em situação de risco, tendo a sua directora, Carolina da Costa, explicado que “protegemos crianças abandonadas pelos familiares, órfãs, perdidas e recolhidas das ruas”.

Tempo

Multimédia