Províncias

Chibia precisa de mais de mil professores

O Sector da Educação no município da Chibia, província da Huíla, necessita de 1.428 professores para acabar com o défice no quadro docente. O responsável municipal do órgão, Rafael Manuel, disse à Angop que em função do reduzido número de professores, sete mil e 711 crianças encontram-se fora do sistema de ensino.

Actualmente a Chibia conta com 1.004 professores, que leccionam em 186 salas de aula, correspondentes a 109 escolas, da iniciação ao II ciclo do ensino secundário. Neste ano lectivo foram matriculados 35 mil e 11 alunos.
Rafael Manuel afirmou que, em cada ano lectivo o número de crianças que fica fora do sistema de ensino aumenta pelas razões aludidas, facto que obriga a mais de 80 por cento dos docentes a leccionam em três turnos, assumindo quatro turmas.
O município teve direito, através do último concurso público realizado recentemente, uma quota de 29 professores, 43 a menos que do no ano transacto em que foram admitidos 72 docentes.
O responsável da Educação na Chibia adiantou que até Dezembro do corrente, prevê-se inaugurar 46 salas de aulas, fruto de um investimentos que ronda aos 500 milhões de Kwanzas, mas se a lacuna da falta de professores não for superada as escolas vão ficar inoperantes.
Situado a 42 quilómetros da cidade do Lubango, o município da Chibia tem 181 mil e 431 habitantes, que maioritariamente se dedica à agricultura e à pecuária.

Tempo

Multimédia