Províncias

Chipindo tem nova escola para o ensino secundário

Arão Martins| Chipindo

O sector da Educação na sede municipal do Chipindo, na Huíla, vai, no próximo ano lectivo, ser reforçado com uma nova escola com 12 salas e capacidade para mais de 1.500 novos alunos.   

Aumenta o número de salas na localidade
Fotografia: Domingos Cadência

Construída com fundos do Programa de Investimentos Públicos (PIP) do Governo Provincial da Huíla, a escola aguarda apenas pelo apetrechamento. O administrador municipal do Chipindo, Daniel Salupassa, disse ao Jornal de Angola que o novo estabelecimento vai atender exclusivamente o ensino secundário do I ciclo (6ª, 7ª 8ª e 9ª Classes). As aulas começam no próximo ano lectivo.
O administrador considerou a construção desta escola um ganho para os munícipes, que têm enfrentado sérios problemas para enquadrar os alunos que transitam da primária para o segundo ciclo de ensino. 
Neste ano lectivo, a secção municipal da Educação matriculou 59.974 alunos, 40.549 dos quais no ensino primário, 2.475 do I ciclo do ensino secundário e 627 do II ciclo. O município conta igualmente com 7.323 alunos do ensino de adultos. O município do Chipindo possui 46 escolas, com um total de 341 salas. A estas juntam-se 61 novas salas, em resultado da construção de 11 escolas de três, seis, oito e 12 salas.
As aulas são asseguradas por 866 professores, 786 dos quais do ensino primário, 73 do I ciclo e sete do II ciclo do ensino secundário.   Daniel Salupassa reconheceu que o ensino secundário continua sem infra-estruturas próprias e funciona em imóveis do ensino primário.

Tempo

Multimédia