Províncias

Chuva isola Tchamutete

Arão Martins | Lubango

As chuvas que se abatem desde o passado mês de Dezembro sobre o município da Jamba Mineira (315 quilómetros a leste da cidade do Lubango), isolaram a comuna de Tchamutete da sede municipal, em consequência do desabamento das pontes sobre os rios Colui, Calonga e Tchipia.

Uma zona inundada pela chuva onde as pessoas têm dificuldade de circular
Fotografia: Edmundo Eucílio

As chuvas que se abatem desde o passado mês de Dezembro sobre o município da Jamba Mineira (315 quilómetros a leste da cidade do Lubango), isolaram a comuna de Tchamutete da sede municipal, em consequência do desabamento das pontes sobre os rios Colui, Calonga e Tchipia. A informação foi prestada pelo administrador comunal, Galiano Ntyamba. Em consequência do isolamento de Tchamutete, os preços dos produtos básicos aumentaram consideravelmente. Galiano Ntyamba disse que desde o mês de Dezembro que as chuvas não param, facto que provocou o transbordo dos rios, o que provocou a destruição das pontes e inundações nas vias de acesso.  O preço da farinha de milho subiu de 40 para 100 kwanzas. A comuna está isolada e há uma subida constante dos caudais dos rios Coluí, Calonga e Tchipia. “A única alternativa é a ponte do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes erguida sobre o rio Coluí”. Afirmou também que os estragos foram registados em Cassinga, a 18 quilómetros da sede comunal de Tchamutete.  A ponte do rio Muakanda desabou na manhã de sexta-feira, o que causou também o isolamento da localidade. Até ontem, era difícil planificar qualquer acção de socorro, porque as chuvas continuam a cair com intensidade. “Caso não pare de chover, os estragos vão ser maiores”, disse Galiano Ntyamba.

Tempo

Multimédia