Províncias

Comunidades constroem novas escolas

André Amaro | Lubango

As comunidades rurais do município de Cacula, província da Huíla, estão empenhadas na construção de escolas com materiais locais, para contribuírem na inserção de mais crianças no sistema de ensino.

As comunidades rurais do município de Cacula, província da Huíla, estão empenhadas na construção de escolas com materiais locais, para contribuírem na inserção de mais crianças no sistema de ensino.
O projecto está a ser coordenado pela Administração Municipal de Cacula e já permitiu erguer 60 salas que no próximo ano lectivo vão acolher quatro mil alunos. As comunidades fornecem pedras para os alicerces, água e troncos para execução das estruturas.
O administrador municipal de Cacula, Arelho Firmino, disse que o Governo Provincial está a apoiar as comunidades com o fornecimento de chapas para a cobertura das escolas.
Arelho Firmino disse que este esforço das comunidades está a ser complementado com o envio de professores para melhorar o sistema de ensino.
No ano lectivo de 2010, o município recebeu 50 novos professores, distribuídos pelas diversas comunas e sectores para leccionarem desde o ensino primário ao médio.
O administrador sublinhou que o reforço de professores vai permitir no ano lectivo de 2011, melhorar as condições de ensino a milhares de crianças que estudavam debaixo das árvores. Igualmente vai acabar com o número de crianças fora do sistema normal de ensino, bem como expandir os serviços do ensino médio de educação para algumas comunas, frisou.
Arelho Firmino sublinhou que no ano lectivo que terminou, 23.740 alunos frequentaram a escola no município de Cacula e para o próximo ano as autoridades administrativas projectam matricular 30 mil alunos.

Tempo

Multimédia