Províncias

Cortada circulação para o Quilengues

Leonel kassana

Mais de 30 mil pessoas de diversas povoações do oeste do município de Quilengues, 145 quilómetros a norte da cidade do Lubango, estão há quatro dias completamente isoladas devido ao desabamento da ponte sobre o rio Tchanhenhwa, em consequência das fortes enxurradas que se abatem sobre a região, soube o Jornal de Angola junto do administrador local, Armando Vieira.

A infra-estrutura de betão, erguida ainda muito antes da independência de Angola, possui mais de 50 metros de comprimento e está situada num importante eixo rodoviário que permite a ligação da Huíla com as províncias de Benguela e Namibe, passando pelo município de Quilengues.
Com o seu desabamento, ficaram isoladas as populações da Muiva, Lucondo, Quicuco, Hole, Dindi, Cacimbas, Caringuiri, Txingulu e outras povoações que, com o seu potencial agro-pecuário, dão elevada vitalidade económica à região da Huíla.
Contactado por telefone, o administrador Armando Vieira foi parco em palavras, dizendo apenas que o Instituto de Estradas de Angola (INEA) já foi notificado sobre o assunto.

Tempo

Multimédia