Províncias

Crianças desfavorecidas recebem apoio

André Amaro | Lubango

Mais de 130 crianças desfavorecidas da Aldeia SOS, na Huíla, receberam no fim-de-semana bens diversos, numa doação da Casinos de Angola, no quadro da sua política de responsabilidade social para com as comunidades.

Mais de 130 crianças desfavorecidas da Aldeia SOS, na Huíla, receberam no fim-de-semana bens diversos, numa doação da Casinos de Angola, no quadro da sua política de responsabilidade social para com as comunidades.
A doação, composta por quatro máquinas de lavar roupa, uma arca frigorífica e aparelhagem de som, vai contribuir para minimizar as dificuldades das crianças órfãs e melhorar as suas condições de vida.
A entrega dos bens coube ao accionista dos Casinos de Angola, general Kundi Paihama, que defendeu mais apoios por parte de outras empresas e entidades singulares, da Huíla e não só, para assegurar o futuro daquelas crianças.
“A minha palavra é de reconhecimento à direcção da instituição, às mães adoptivas, por esta obra nobre de cuidar, acarinhar e educar estas crianças, para as tornar homens e mulheres para o futuro”, disse.
O administrador dos Casinos de Angola Agostinho Rocha sublinhou que estão, desde Maio de 2010, a patrocinar quatro das 13 casas que a Aldeia possui, custeando as despesas com educação, alimentação, vestuário para 46 crianças, num orçamento de 280 mil kwanzas por mês.
Agostinho Rocha anunciou, para o próximo ano, a extensão do apoio a mais uma casa, aumentando para cinco, no sentido de ajudar a minimizar as dificuldades que atravessam aquelas crianças órfãos e garantir o seu futuro.

Tempo

Multimédia