Províncias

Dada primazia aos programas para combater o analfabetismo

As autoridades do município da Chibia, a sul do Lubango, na Huíla, pretendem impulsionar o processo de alfabetização na circunscrição.

As autoridades do município da Chibia, a sul do Lubango, na Huíla, pretendem impulsionar o processo de alfabetização na circunscrição.
O facto foi avançado na quarta-feira, à Angop, pela administradora municipal, Otília Noloti Vianney, referindo que a administração local está a estudar estratégias para recrutar mais alfabetizadores, que podem desenvolver a função nas localidades mais recônditas do município.
A administradora reconheceu não ser uma tarefa fácil, mas mostrou-se, apesar disso, optimista, uma vez que considera a formação da população como um elemento indispensável para o desenvolvimento multifacetado da localidade.

Falta de salas

Sem avançar números, a administradora municipal da Chibia sublinhou que as salas de alfabetização ainda são exíguas, apontando o empenho de todos para se criarem novas, para que mais munícipes possam aprender a ler e a escrever.
Potencialmente agro-pecuário, o município da Chibia possui uma população calculada em 206 mil habitantes, espalhados pelas suas quatro comunas: Capunda Cavilongo, Jau, Quihita e sede, segundo a administradora Otília Noloti Vianney.

Tempo

Multimédia