Províncias

Défice de técnicos e escassez de medicamentos assola Cutenda

Arão Martins | Cutenda

O sector da Saúde na comuna de Cutenda, município de Chicomba,província da Huíla, debate-se com o défice de técnicos e escassez de medicamentos, disse o administrador local, Domingos Pascoal.

Localidade de Cutenda clama por construção e reabilitação urgente de infra-estruturas
Fotografia: Arão Martins | Edições Novembro | huíla

O responsável, que prestou esta informação à margem da visita do governador provincial da Huíla, Luís Nunes, à localidade, fez saber que Cutenda tem apenas oito técnicos de saúde que funcionam no centro médico local.
Domingos Pascoal disse, por outro lado, que o sector da Educação regista, igualmente, muitas dificuldades, com realce para o reduzido número de professores e de salas de aula, razões que levam a existência de muitas crianças fora do sistema de ensino. No que toca a telefonia móvel, os habitantes locais, segundo o responsável, clamam pela montagem urgente de uma antena específica para facilitar as comunicações por esta via.
Com uma extensão de 1.443 quilómetros quadrados e com 40 mil e 847 habitantes, a comuna do Cutenda está situada a 52 quilómetros da sede municipal. Tem sete povoações, divididas em quatro grupos etnolinguísticos, concretamente nhaneka humbi, umbundu, tchokwe e nhemba.
Domingos Pascoal defende a extensão da estrutura policial, tendo em conta a grandeza do território comunal. De igual modo, solicitou a reabilitação do sistema de captação de água, que actualmente só funciona plenamente quando se regista aumento do caudal do rio.
No rol de dificuldades apontado pelo administrador, destaca-se a falta de meios rolantes para os trabalhos de “ajuda e controlo nas comunidades” e o estado degrado da estrada que liga a sede do município à comuna, que atrapalha a circulação de pessoas e bens, sobretudo no tempo chuvoso. “Debatemo-nos com falta de salas de aula, de professores e com as vias debilitadas”, apontou.
Domingos Pascoal disse que o sector da Energia recebeu do Governo Central um gerador de 400 kva para a iluminação pública e domiciliar da localidade. “A população local vivia sem energia da rede pública há muitos anos. Agora com este gerador de 400 kva, a vida em Cutenda ganhou alento”, sublinhou.

Reacção da população

Alguns habitantes de Cutenda defendem a distribuição de inputs agrícolas directamente às famílias camponesas. Bento Ndala, representante da comissão de moradores da localidade, disse que a comuna não desenvolve a agricultura porque os camponeses não têm como adquirir inputs. “Gostaríamos que as sementes fossem entregues directamente aos camponeses ”, sugeriu.
Bento Ndala defende a instalação urgente do sistema de telefonia móvel, alegando que por falta de telecomunicações os habitantes da região deparam-se com enormes constrangimentos. “Não temos como ter informação sistemática de familiares que estão fora da localidade por falta de comunicações aqui na região”, deplorou.
Visita do governador
Durante a visita a Cutenda, o governador provincial, Luís Nunes, disse que a Saúde no município de Chicomba foi reforçada com mais quadros, admitidos por intermédio do último concurso público do sector, pelo que a comuna vai receber, nos próximos dias, mais técnicos. “As dificuldades vão ser ultrapassadas paulatinamente”, assegurou.

Tempo

Multimédia