Províncias

Deficientes na província satisfeitos com os apoios

Arão Martins | Lubango

Daniel Catimba, responsável da área de Projectos do Centro de Referência de Pessoas com Deficiência de Guerra na província da Huíla, está satisfeito com as acções do Executivo para dar maior dignidade às pessoas que carecem de necessidades especiais.

Objectivo das ajudas é dar maior dignidade às pessoas com necessidades especiais
Fotografia: Jornal de Angola

Daniel Catimba, responsável da área de Projectos do Centro de Referência de Pessoas com Deficiência de Guerra na província da Huíla, está satisfeito com as acções do Executivo para dar maior dignidade às pessoas que carecem de necessidades especiais.
Daniel Catimba reconheceu que as políticas do Executivo têm vindo a permitir a reinserção social dos deficientes.  Desde a sua criação, em 2003, pelo Ministério de Assistência e Reinserção, o Centro de Referência de Pessoas com Deficiência tem concebido e executado projectos que permitem o resgate da dignidade e desenvolvimento sustentável dos seus assistidos.Daniel Catimba informou ainda que devido a especificidade do grupo alvo, os projectos de formação técnico-profissional estão mais virados para as áreas de informática, secretariado, corte e costura e moto-táxi, permitindo a melhoria da vida dos associados.
A directora da Assistência e Reinserção Social da Huíla, Catarina Manuel, recordou que as pessoas com deficiência estão protegidas pela Constituição e que o Executivo privilegia uma política nacional de prevenção, tratamento, reabilitação e integração dos deficientes, além do apoio às famílias.
Defendeu o envolvimento das pessoas com deficiência nos programas e projectos desde a fase de concepção até à sua execução, “trabalhando sempre em estreita colaboração com a comunidade onde estão inseridos e contribuir para a motivação dos seus familiares a participar nas actividades em benefícios de todos”. 

Tempo

Multimédia