Províncias

Deficientes recebem apoio

Arão Martins | Lubango

Deficientes físicos, crianças órfãs e mulheres de comunidades rurais da comuna da Arimba, município do Lubango, na província da Huíla, beneficiaram, na semana finda, de um donativo composto por cadeiras de rodas, muletas canadianas, cobertores, roupa usada, fogões e material didáctico.

Meios entregues vão facilitar a vida de muitos
Fotografia: Arão Martins

O donativo da Fundação Lwini beneficiou crianças da Escola do Ensino Especial do Lubango, situada no bairro Mapunda, mulheres de comunidades rurais das localidades de Poiares e Figueira, comuna da Arimba, comuna da Huíla, Hoque e Quilemba.
Uma das beneficiárias, Cristina Ngueve Ulombe,  que perdeu os membros inferiores ao accionar uma mina no município de Chicomba, onde foi militar das ex-FAPLA, manifestou a sua alegria por ter recebido um par de muletas, que vai facilitar a sua locomoção.
A representante da Fundação Lwini na Huíla, Carla Fernandes, garantiu que a organização vai continuar a apoiar as pessoas necessitadas, proporcionando ajuda, para a diminuição das suas necessidades.
Para a responsável, muitas vezes, uma pequena oferta produz grandes efeitos, pois o importante não é o que se dá, mas sim o amor com que se dá.
“Saímos de uma guerra que durou muitos anos e temos muitas pessoas que foram vítimas de minas, entre crianças e adultos. Muitos deles ficaram sem os membros inferiores, por causa das minas, e precisam de ajuda. A Fundação Lwini, na medida do possível, vai continuar a minimizar estas necessidades”, garantiu o responsável. 
O administrador municipal do Lubango, Francisco Barros, agradeceu o gesto filantrópico da Fundação Lwini, que vai minimizar as necessidades do grupo alvo.
Disse que muitos deficientes têm adiado os seus programas de continuar com os estudos por falta de meios de locomoção e o gesto da Fundação Lwini é mais uma oportunidade de inclusão social, que é defendida por todos.

Tempo

Multimédia