Províncias

Descarga eléctrica causa vítimas mortais

Domingos Mucuta|Lubango

As Descargas eléctricas atmosféricas, vulgarmente conhecidas por relâmpagos , causaram a morte a duas pessoas e deixaram  igual número feridos, na localidade de Capembe, no município de Chipindo, a 450 quilómetros à Norte da cidade do Lubango, na província da Huíla.

Na cidade do Lubango os relâmpagos também são frequentes
Fotografia: Edições Novembro

Esta informação consta do relatório do comando provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, de 13 a 20 de Fevereiro, apresentado, ontem, pelo porta-voz da corporação, terceiro subchefe Inocêncio Hungulo. Inocêncio Hungulo explicou que as vítimas mortais da descarga eléctrica foram duas crianças da mesma família.
 As duas vítimas foram atingidas pelos raios quando se albergavam debaixo de uma árvore num momento de chuva intensa.
Já Domingas Ndongue, de 12 anos, e Eduardo Anita, de 24 anos, que ficaram com queimaduras no corpo, foram afectados quando dormiram no interior de uma residência de construção precária.
 O porta-voz dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros sublinhou ainda que a causa da morte das crianças e o ferimento de outros dois cidadãos está associada ao impacto da descarga por falta de pára-raios no local da ocorrência.
O relatório dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros dão conta ainda do resgate, por parte desta instituição, de seis cadáveres no referido período nos municípios de Caluquembe, Caconda e Lubango.

Tempo

Multimédia