Províncias

Enfermeiros foram incitados a melhorarem o atendimento

O presidente da Associação Provincial da Huíla dos Enfermeiros de Angola (ANEA) recomendou, na quarta-feira, na cidade do Lubango, à classe que continue a efectuar um atendimento personalizado aos pacientes.

O presidente da Associação Provincial da Huíla dos Enfermeiros de Angola (ANEA) recomendou, na quarta-feira, na cidade do Lubango, à classe que continue a efectuar um atendimento personalizado aos pacientes.
Martinho Angelina, que falava por ocasião do Dia Mundial da Saúde, exortou os enfermeiros a realizarem um trabalho que corresponda às expectativas dos utentes, independentemente do estatuto social.
A par disso, frisou, devem melhorar-se, cada vez mais, as infra-estruturas sanitárias nos 14 municípios e aumentar o número de médicos, enfermeiros e de pessoal de apoio.
 O aumento do número de ambulâncias e de pessoal para socorrer doentes em caso de emergência foi também defendido pelo orador, que enalteceu os esforços do Governo para melhorar a qualidade dos serviços de saúde.
 A Huíla tem com 118 médicos, 17 técnicos superiores de saúde, 1.170 enfermeiros e 407 técnicos de diagnóstico.

Tempo

Multimédia