Províncias

Ensino Superior em Caluquembe

Domingos Mucuta| Caluquembe

Os candidatos ao ensino superior residentes em Caluquembe já não precisam ir para o Lubango para continuarem os estudos graças à expansão do Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) àquele município.
O director adjunto para área a­cadémica, Carlos Pinto, afirmou que as aulas no município começaram com 170 alunos dos cursos de biologia, filosofia, cem dos quais  são do primeiro ano e os outro, do segundo.

Governo local e as administrações colaboram na criação de condições para a materialização dos programas de expansão do ISCED
Fotografia: Domingos Mucuta

Os candidatos ao ensino superior residentes em Caluquembe já não precisam ir para o Lubango para continuarem os estudos graças à expansão do Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) àquele município.
O director adjunto para área a­cadémica, Carlos Pinto, afirmou que as aulas no município começaram com 170 alunos dos cursos de biologia, filosofia, cem dos quais  são do primeiro ano e os outro, do segundo.
A representação do Instituto Superior de Caluquembe, 200 quilómetros do Lubango, vai funcionar numa infra-estrutura, construída de raiz, com quatro salas, gabinetes para professores e área administrativa.
O ISCED na Huíla está representado nos municípios da Matala, Chibia e Caconda, no âmbito do programa de expansão do ensino superior.
Carlos Pinto revelou que, nos quatros municípios do interior, o instituto tem mais de 650 estudantes. O ISCED Huíla foi fundado em 30 de Agosto de 1950. Em 2009 passou de âmbito municipal a provincial, altura em que deixou de depender da Universidade Agostinho Neto.

Muitos desafios

O director-geral do ISCED disse que um dos desafios no próximo ano lectivo é a extensão do ISCED ao município da Humpata. Raimundo Dungula afirmou que as administrações municipais e o governo da província colaboram na criação de condições favoráveis para materialização dos programas de expansão do ISCED.
O director do ISCED disse que o objectivo da instituição, além da formação académica e científica dos quadros, é proporcionar bem-estar, justiça social e educação de alto nível que tenham reflexos nas novas gerações.
O vice-governador para o sector Político e Social, Arão Nataniel, lembrou que a instituição tem tido um papel importante na formação de quadros, alguns dos quais ocupam cargos de destaque em organismo do Estado e em empresas privadas.

Estudantes satisfeitos

Os estudantes do ISCED e os finalistas do curso pré-universitário disseram estar satisfeitos com a criação na localidade das salas anexas do Instituto.
Uma mensagem, lida por uma estudante de biologia, refere que a expansão do ISCED Huíla para o interior revela a aposta da direcção e do governo no aumento de oportunidade de formação dos jovens da província. Alguns estudantes de Caluquembe disseram, ao Jornal de Angola, que a abertura das salas anexas evita que se tenha de percorrer longas distâncias para se adquirir formação superior, facto que provocava a fuga de quadros para a cidade do Lubango.

Tempo

Multimédia