Províncias

Escola de enfermagem em Caluquembe passa a ser instituição de ensino médio

Domingos Mucuta | Lubango

A escola técnica de enfermagem de Caluquembe, província da Huíla, que durante seis décadas formou centenas de enfermeiros que servem nesta região, é, desde domingo último, um instituto médio ligado ao Hospital Municipal da Igreja Evangélica Sinodal de Angola (IESA).

Os responsáveis da instituição garantiram que vão ser formados técnicos com capacidade para enfrentarem o ensino superior
Fotografia: Arão Martins | Lubango

A escola técnica de enfermagem de Caluquembe, província da Huíla, que durante seis décadas formou centenas de enfermeiros que servem nesta região, é, desde domingo último, um instituto médio ligado ao Hospital Municipal da Igreja Evangélica Sinodal de Angola (IESA).
A elevação da escola, fundada em 1943, à categoria de Instituto de Ensino Médio aconteceu em simultâneo com a cerimónia de abertura do ano bíblico e do ano lectivo 2012, com o ingresso de 119 estudantes de várias regiões do país nas especialidades de enfermagem e técnicos de laboratórios.
O presidente da Igreja Evangélica Sinodal de Angola, pastor Dinis Eurico, explicou que a ascensão resultou do aval do governo da Huíla, após confirmar, no ano passado, as condições técnicas e humanas para transformar o estabelecimento em escola de nível médio.
O pastor Dinis Eurico disse que a transformação da escola em instituto médio de enfermagem de Caluquembe representa “um importante passo” para o desenvolvimento e o reforço da vertente social da igreja, para o bem-estar das populações da região.
“A igreja está a pregar o evangelho, mas também está preocupada com os problemas sociais, sobretudo aqueles relacionadas com a saúde das populações desta região.. O hospital de Caluquembe e a escola têm vindo a salvar vidas e a formar enfermeiros”, disse. O responsável de enfermagem do Hospital Municipal de Caluquembe, António Salomão Francisco, sublinhou que a formação de técnicos médios no município vai potenciar as unidades sanitárias com pessoal qualificado e a melhoria da assistência à população. António Salomão Francisco acrescentou que o curso médio vai permitir também o ingresso dos formados no ensino superior. O novo Instituto Médio de Enfermagem de Caluquembe que, entretanto, mantém o curso básico que lecciona desde a sua criação, conta com 18 salas, além doutras áreas.
A unidade enfrenta dificuldades em equipamentos de diagnósticos. Atende pacientes provenientes das regiões do município de Chicomba e Caconda, da Huila, e das províncias do Huambo e Benguela.
Por outro lado, o director do Instituto Bíblico de Caluquembe, pastor Moisés Miguel, disse que este ano a instituição vai receber mais de cem estudantes, matriculados no curso de teologia. O pastor Moisés Miguel disse que os estudantes vão também aprender conteúdos ligados às ciências sociais, como psicologia, sociologia, filosofia e agricultura. “O objectivo da nossa instituição é a fortalecimento espiritual do homem, porque sabemos que a boa nova transforma vidas e corações, por isso continua a ser uma aposta forte da igreja”, frisou.

Tempo

Multimédia