Províncias

Escola de Turismo construída no Lubango

Arão Martins | Lubango

A província da Huíla vai passar a ter, a partir de 2016, uma escola superior de Hotelaria e Turismo, a ser erguida no Lubango, garantiu o director Nacional do Ensino Técnico Profissional do Ministério da Educação.

Director do Ministério da Educação avalia na Huíla as potencialidades dos municípios
Fotografia: Arão Martins

António do Nascimento Alexandre considerou a existência de uma escola de nível superior de Hotelaria e Turismo valiosa, em função do desenvolvimento que a província está a ter nesta área, com o advento da paz.
Além dos cursos de turismo e hotelaria, a futura instituição vai ainda ministrar cursos de cozinha, pastelaria, restaurante, bar, turismo e gestão hoteleira.
Também vão ser criadas condições para que sejam feitos cursos na área de formação básica, como empregado de mesa, de bar, cozinheiro, padeiro, entre outros.
 O director Nacional do Ensino Técnico-Profissional do Ministério da Educação disse que, neste momento, está-se a trabalhar na moderação dos cursos tradicionais, como gestão empresarial, administração pública, contabilidade e gestão, estatística e planeamento, e secretariado, que são ministrados pelo Instituto Médio de Economia do Lubango e nas escolas Secundárias do II Ciclo de Ensino.
Pretendem-se igualmente partir para outros cursos da mesma área de formação, como gestão de recursos humanos, biblioteconomia, arquivo, documentação, comércio, finanças, vendas, marketing. “Estamos a trabalhar para o lançamento, ainda que de forma provisória, dos cursos ligados à área de hotelaria e turismo, e assim que a província receber uma instituição específica de hotelaria e turismo, se faça o encaminhamento dos estudantes que começaram a formar-se nas instituições actuais para a nova”, salientou. António do Nascimento Alexandre esclareceu que já foi feito um diagnóstico e provou-se que é necessário introduzir novos cursos e alargar outros que ainda são deficitários e moderar os actuais que são excedentários.
O director Nacional do Ensino Técnico-Profissional do Ministério da Educação está na Huíla para avaliar as potencialidades dos municípios do Lubango, Jamba, Matala e Caluquembe, no quadro de um plano de desenvolvimento estratégico a nível da província, com vista à formação nacional de quadros 2013/2020.

Tempo

Multimédia