Províncias

Fábrica de fertilizantes em construção na Huíla

Arão Martins | Lubango

Uma fábrica com capacidade para produzir 4.500 toneladas de fertilizantes granulados por mês vai entrar em funcionamento, a partir de Março do próximo ano, na centralidade da Eywa, município do Lubango.

Fábrica vai criar centenas de empregos
Fotografia: Arimateia Baptista | Quipungo

A fábrica é uma parceria público-privada, sob financiamento do Banco de Desenvolvimento Angolano (BDA) e vai ainda produzir 180 toneladas de fertilizantes solúveis por mês.
O responsável da empresa de fertilizantes do Lubango, Jorge Pinto, esclareceu que a infra-estrutura fabril vai criar 120 postos de trabalho, principalmente para jovens residentes na localidade.
Nos próximos dias é colocado o tecto da nave industrial e depois são instalados os equipamentos que já se encontram nas instalações do Porto do Namibe.
O vice-governador da Huíla para o sector económico, Sérgio da Cunha Velho, explicou que a base económica da província é a agricultura e os fertilizantes, que são frequentemente utilizados, são importados e chegam ao mercado com valores muito altos.
“Com a produção de cereais aqui, no município do Lubango, estamos em crer que vamos ser mais bem servidos e o preço será acessível, em função da concorrência”, afirmou.

Tempo

Multimédia