Províncias

Gestão danosa na Huíla vai ser criminalizada

Arão Martins | Jamba

Os gestores públicos que optarem pela gestão danosa na Huíla vão ser responsabilizados criminalmente pelas autoridades competentes, garantiu, no município da Jamba, o governador Luís Nunes.

Governador Luís Nunes pede transparência na gestão do erário
Fotografia: Arão Martins | Edições Novembro

“Os gestores públicos têm que ter “muito” cuidado com a gestão do erário, sob pena de serem responsabilizados”, disse o governador.
Referiu que independentemente do combate à corrupção e à bajulação que enfermam a nossa sociedade, "peço mais uma vez aos gestores que tenham muito cuidado e saibam o que estão a fazer com os bens públicos”.
Luís Nunes acrescentou que os gestores devem evitar pisar na “linha vermelha”, em caso de manuseio de forma “escura” do dinheiro público, porque as autoridades competentes vão ser implacáveis no controlo da gestão do erário, que deve ter como finalidade única a resolução dos problemas da população.
O governador da Huíla frisou que, actualmente, independentemente dos  parcos recursos disponíveis, é preciso racionalizar o que se tem e com prudência.

Tempo

Multimédia