Províncias

Governo entrega habitações a famílias mais necessitadas

Arão Martins | Lubango

Famílias desfavorecidas que vivem na localidade da Tchavola, nos arredores do Lubango, têm estado a receber, durante a semana, novas moradias construídas pelo Governo Provincial da Huíla.

Governo da província da Huíla está a realojar as famílias que viviam em zonas de risco
Fotografia: Arão Martins | Lubango

Numa primeira fase, estão concluídas 150 casas, destinadas a igual número de famílias. As primeiras 18 habitações já foram entregues na quinta-feira, pelo governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge.
O vice-governador provincial da Huíla para o sector Técnico e Infra-estruturas, Nuno Ndala, garantiu que o Governo vai continuar a apoiar, dentro da urbanização da Tchavola, as populações que ali vivem. “À medida que as casas forem sendo terminadas, as autoridades da província da Huíla vão proceder à entrega aos seus proprietários”, garantiu.
Depois da cerimónia de entrega das casas, que prossegue, o governador visitou as obras de construção das 200 casas que estão a ser construídas na centralidade da Eywa, para acolher as famílias que viviam no bairro da Lage.
Ernesto Francisco, 47 anos, que recebeu a primeira moradia, explicou que vivia no bairro Só Frio, no prolongamento do ramal do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes, numa casa de adobe, em condições precárias. Agora, a sua família, composta por sete elementos, passa a viver numa casa com sala comum, três quartos, duas casas de banho e cozinha. Neste momento, todas as moradias entregues às populações dispõem de energia e água.

Tempo

Multimédia