Províncias

Gravidez precoce aumenta na região

Arão Martins | Lubango

Mais de dez adolescentes são atendidas todos os meses na sala de partos do Hospital Municipal de Quilengues, na província da Huíla, segundo o director municipal da Saúde, Tito António, em entrevista ao Jornal de Angola.

Dezenas de adolescentes recorrem aos serviços de parto
Fotografia: Arão Martins | Edições Novembro | Huíla


 “Registamos em média, todos os meses, dez casos de gravidez precoce e muitas adolescentes chegam a dar à luz sem terem assistidas em nenhuma consulta pré-natal", disse Tito António, acrescentando que as autoridades sanitárias têm realizado várias actividades que visam diminuir os casos de gravidez precoce, especialmente com a promoção do programa “Educação para saúde junto das comunidades”.
 “Temos trabalhado também com as igrejas, autoridades tradicionais e direcções das escolas, para se inverter o quadro”, explicou o director municipal da Saúde, que deu também a conhecer que, no quadro do programa de promoção da saúde, são também distribuídos preservativos.
Segundo Tito António, explicações sobre o uso correcto do preservativo, abstinência sexual, contraceptivos para evitar a gravidez no seio das jovens, fazem parte do leque de acções que têm sido desenvolvidas para reduzir o elevado índice de adolescentes grávidas. Informou ainda que as autoridades locais também estão a trabalhar com os jovens adolescentes do sexo masculino que se recusam a assumir as suas responsabilidades caso surja um caso de gravidez.
O número reduzido de recursos humanos no sector da Saúde, acrescentou,  continua a preocupar as autoridades administrativas e sanitárias do município de Quilengues. “Temos em média um técnico por cada unidade sanitária, o que é preocupante”.
A direcção municipal da Saúde controla 19 unidades sanitárias, um hospital municipal e necessita de 200 novos técnicos.
O município de Quilengues foi abrangido, no quadro do concurso público realizado pelo Ministério da Saúde, com seis novos médicos, que estão a reforçar a assistência à população.
Tito António acrescentou que o município foi contemplado, recentemente, com a construção e ampliação da nova secção municipal da saúde, cadeias de frio, uma viatura e equipamentos de luta anti-vectorial, que concorrem para a melhoria da prestação de cuidados de saúde.

Tempo

Multimédia