Províncias

Hospital psiquiátrico concluído no Lubango

Arão Martins | Lubango

O hospital psiquiátrico, na centralidade da Eywa, comuna da Arimba, na Huíla, com capacidade para numa primeira internar 60 doentes, está pronto a ser entregues ao Governo Profissional, disse o fiscal da empresa construtora.

Doenças psicológicas têm merecido devida atenção do Executivo e do Governo Provincial
Fotografia: Arão Martins

A unidade, orçada no total em 500 milhões de kwanzas - construção, criação de áreas técnicas, equipamentos e vedação - vai funcionar com seis blocos, entre os quais o de consultas externas, área administrativa, morgue, internamento e instalações técnicas e área de serviços, além de gabinetes para o director e o adjunto, sala de reuniões e espaços de lazer.
O governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, visitou a nova infra-estrutura que vai melhorar a qualidade de atendimentos as pessoas com perturbações  de foro psicológic. O director provincial da Saúde na Huíla, Altino Matias, lembrou que o novo hospital substitui o antigo, que funciona no bairro da Mapunda, que tem  um médico psiquiatra, quatro psicólogos, nove técnicos de diagnóstico e terapêutica e 20 enfermeiros.
“Temos um hospital de referência na provincial que passa assistir doentes dos 14 municípios da província da Huíla e também do Cunene, Namibe e Cuando Cubango”, disse o director da saúde.
Altino Matias recordou que a saúde mental é também um problema de saúde pública e que as doenças psicológico tem merecido a atenção do Executivo e do Governo Provincial, como demonstra a surgimento do novo hospital.

Tempo

Multimédia