Províncias

Huíla imuniza milhares de crianças

Arão Martins | Lubango

O Departamento de Saúde Pública e Controlo de Endemias da província da Huíla prevê imunizar, entre os dias 9 e 13 deste mês, 597.202 crianças com idades compreendidas entre os zero e cinco anos, durante a campanha de vacinação contra a poliomielite, denominada “Vive a Vida com Saúde”, disse ontem ao Jornal de Angola a responsável da área. 

Vice-governador José Arão Nataniel
Fotografia: Arão Martins

O Departamento de Saúde Pública e Controlo de Endemias da província da Huíla prevê imunizar, entre os dias 9 e 13 deste mês, 597.202 crianças com idades compreendidas entre os zero e cinco anos, durante a campanha de vacinação contra a poliomielite, denominada “Vive a Vida com Saúde”, disse ontem ao Jornal de Angola a responsável da área.    
 Judith Santos disse que para o sucesso da campanha foram mobilizadas 382 equipas, o que perfaz 2.494 pessoas, entre mobilizadores, vacinadores, coordenadores e voluntários.
 Durante a primeira fase de vacinação, referiu, vão ser abrangidas também 507.622 crianças, dos nove meses aos cinco anos, com a vacina contra o sarampo.
As autoridades sanitárias da província da Huíla prevêem ainda ministrar vitamina A a 537.482 crianças, dos seis meses aos cinco anos.  O programa vai contemplar também 477.762 crianças com albendazol.
O vice-governador provincial da Huíla para o sector Político e Social, José Arão Nataniel, reuniu ontem, no Lubango, com os responsáveis da Direcção Provincial da Saúde local para traçarem a estratégia de actuação.
 No encontro, realizado na escola técnica de saúde do Lubango, estiveram presentes responsáveis dos transportes, parceiros sociais, ONG, empresários, representantes das agências das Nações Unidas, igrejas, autoridades tradicionais e sociedade civil.
 José Arão Nataniel referiu que no âmbito da aplicação do plano estratégico para a redução acelerada da mortalidade materno-infantil, o Executivo tem desenvolvido actividades de alto impacto que visam expandir a cobertura de intervenções em prol da saúde da criança, da mulher e de toda a população.
“Estamos preocupados com os indicadores da mortalidade provocada pelo sarampo, anemia, má nutrição e poliomielite e daí a razão de promovermos a campanha de intervenção integrada denominada “Vive a Vida com Saúde.
” Com esta campanha, segundo o vice-governador, pretende-se redobrar os esforços para combater as endemias, sublinhando que, para o efeito, a província da Huíla aumentou a sua cobertura sanitária, sendo os serviços prestados considerados satisfatórios, por ter sido constatada a diminuição de mortalidade.    
 Os grandes ganhos obtidos no sector da saúde deveram-se às políticas e orientações do governo da província, disse José Aragão.
A promoção de campanhas de vacinação das crianças menores de cinco anos, que recebem doses suplementares de vacina contra o sarampo, poliomielite e administração de vitaminas e albendoazol, na área urbana e rural, é de extrema importância, o que requer o redobrar de esforços de todos.
O responsável diz que para o sucesso da campanha é imprescindível o envolvimento não só da Direcção Provincial da Saúde, mas também de outros sectores, como Educação, Família e Promoção da Mulher.
Associam-se também a esta campanha, a Comunicação Social, A­gricultura, Comércio e Hotelaria, Defesa, Interior, Transportes, Finanças, agências das Nações Unidas e sociedade civil também jogam o seu papel neste processo.

Tempo

Multimédia