Províncias

Identificação aposta na extensão dos serviços

Domingos Mucuta | Lubango

A extensão de postos fixos de registo às sedes municipais da Huíla é uma das principais apostas dos serviços de Identificação Civil e Criminal para o próximo ano, anunciou, na sexta-feira, no Lubango, o responsável daquele departamento provincial.

Autoridades locais querem garantir o atendimento permanente aos que procuram obter o BI
Fotografia: Jornal de Angola

A extensão de postos fixos de registo às sedes municipais da Huíla é uma das principais apostas dos serviços de Identificação Civil e Criminal para o próximo ano, anunciou, na sexta-feira, no Lubango, o responsável daquele departamento provincial.
Pedro Inácio disse que a instalação dos serviços de identificação nas repartições dos 14 municípios garante o atendimento permanente aos que procuram obter ou actualizar o Bilhete de Identidade.
Neste momento, os serviços dispõem de um posto fixo na cidade do Lubango e dois móveis que são desdobrados para as comunas e localidades mais longínquas dos municípios de Quipungo, Matala, Humpata e Jamba. Pedro Inácio revelou que mais de 30 mil pessoas obtiveram o novo Bilhete de Identidade depois da instalação do sistema de emissão rápida do documento de cidadania no departamento provincial de Identificação Civil e Criminal.
O sistema instalado em 19 de Outubro do ano passado emite diariamente 120 Bilhetes de Identidade. Os serviços são garantidos por mais de 60 oficiais de justiça.
Em breve, anunciou, vão passar a ser emitidos registos criminais, a partir do novo sistema tecnológico, depois da conclusão das obras de reabilitação e ampliação das instalações, onde funciona o departamento provincial de Identificação Civil e Criminal.

Tempo

Multimédia