Províncias

Idosos são abandonados em lar da terceira idade

André Amaro|Lubango

Uma mulher que aparenta ter 60 anos, deficiente dos membros inferiores, foi abandonada na madrugada de terça-feira por familiares à porta do lar da terceira idade da cidade do Lubango,na província da Huíla, revelou ao Jornal de Angola a director da instituição.

Desde o início do ano já houve dois casos no Lubango de abandono pelos familiares
Fotografia: João Gomes|

Uma mulher que aparenta ter 60 anos, deficiente dos membros inferiores, foi abandonada na madrugada de terça-feira por familiares à porta do lar da terceira idade da cidade do Lubango,na província da Huíla, revelou ao Jornal de Angola a director da instituição.
Valéria Ngueve, que se manifestou indignada com o aumento de casos de abandono de pessoas idosas no Lubango, disse que o facto aconteceu cerca das 5h00.
“Um segurança do lar viu uma viatura a entrar no recinto e deixar a idosa por baixo de uma árvore, sem qualquer explicação”, disse, acrescentando o motorista arrancou mal se apercebeu da aproximação do guarda.“Depois de tomarmos conhecimento da ocorrência, amparamos a idosa, demos-lhe banho, trocamos a roupa e, depois, o pequeno-almoço, porque estava a tremer de frio e fome”, disse Valéria Ngueve, responsável do lar.
É o segundo caso registado naquela instituição este ano, depois de, em Agosto, um indivíduo não identificado ter abandonado uma idosa cega próximo do posto médico do lar.
A mulher tinha cinco filhos, dos quais quatro morreram, ficando apenas uma filha, com quem vivia, mas na madrugada de terça-feira foi surpreendida pelo genro, que a levou para o lar, disse a directora do lar da terceira idade que se mostrou indagnada com a situação.Valéria Ngueve indicou que a instituição vai recorrer à TPA para poder localizar os parentes da idosa abandonada.
O lar da terceira idade do Lubango acolhe 62 idosos, sendo 32 mulheres e 30 homens.

Tempo

Multimédia