Províncias

Inac em campanha de sensibilização para a protecção da criança no CAN

André Amaro|Lubango

A protecção de crianças contra actos de violência na província da Huíla está a melhorar fruto da campanha de sensibilização que o Instituto Nacional da Criança (INAC) desenvolve, no âmbito da realização da Taça de África das Nações Orage  Angola 2010.

A protecção de crianças contra actos de violência na província da Huíla está a melhorar fruto da campanha de sensibilização que o Instituto Nacional da Criança (INAC) desenvolve, no âmbito da realização da Taça de África das Nações Orage  Angola 2010.
O facto foi revelado pelo director provincial do INAC na Huíla, Abel Chico, que considerou positivos os efeitos da campanha de sensibilização contra os actos de violência contra a criança.
“ Durante o tempo em que decorre a campanha, verificamos que pais e encarregados de educação estão a pôr em pratica os conselhos passados pelos activistas sociais”, sublinhou.  Abel Chico disse que, até ao momento, ainda não foram detectados casos de trabalho infantil, abuso sexual e outras acções violentas conta crianças.  O resultado alcançado, disse, é fruto do trabalho que 500 activistas estão a desenvolver junto das famílias, unidades hoteleiras, restaurantes e mercados, distribuindo folhetos e aconselhando os adultos adoptarem comportamentos que visam a protecção dos menores
A campanha decorre sob o lema “ no CAN, proteger a criança é ser campeão” e envolve, entre outras entidades, a Rede Criança, Serviços de Emigração Estrangeiros e autoridades tradicionais. Para o êxito da iniciativa, as acções foram estendidas a pontos turísticos, fronteiras terrestre do Catuite, na província do Kuando-Kubango, Santa Clara, no Cunene, porto do Namibe e aeroportos, referiu. Há, também, a linha telefónica 914774415, através da qual os populares podem denunciar casos de violência infantil.

Tempo

Multimédia