Províncias

Iniciada a construção da estação do Lubango

André Amaro| Lubango

Uma imponente estação ferroviária começou a ser construída na cidade do Lubango, no quadro da reabilitação e modernização dos Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM).

O presidente do Conselho de Administração dos Caminhos-de-Ferro Manuel Kipaxe garantiu que os trabalhos estão em bom ritmo
Fotografia: Arimateia Baptista

Uma imponente estação ferroviária começou a ser construída na cidade do Lubango, no quadro da reabilitação e modernização dos Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM). O governador da Huíla, Isaac dos Anjos, fez ontem o lançamento da primeira pedra para a construção do edifício na presença do presidente do conselho de administração do CFM e seus administradores, funcionários da empreiteira e fiscalização da obra.
O edifício vai ocupar uma área de 3.200 metros quadrados, tem dois pisos que vão albergar a área administrativa, salas de espera para passageiros, bilheteiras, restaurantes, lojas, agências bancárias e outros serviços.
O presidente do conselho de administração do CFM, Manuel Kipaxe, disse na cerimónia de lançamento da primeira pedra que é chegado o momento de erguer o edifício principal, que vai ser também a nova sede da empresa.
Manuel Kipaxe explicou que a estação é de “classe especial” e faz parte de um grupo de três, que vão ser construídas nas cidades do Namibe e Menongue, além de outras de primeira, segunda e terceira classe, num total de 56 em construção ao longo da linha férrea.
A nova estação do Lubango tem espaços para escritórios de importação e exportação, agências de viagens, bancos, lojas e restaurantes. Os trabalhadores têm condições ao nível das exigências internacionais, o que vai permitir uma melhoria substancial nos serviços ferroviários.
 De acordo com Manuel Kipaxe, este é um esforço do Executivo em levar avante a realização dos projectos para o desenvolvimento do país, com a finalidade de melhorar a vida das populações através circulação de pessoas e mercadorias por via ferroviária.
O governador da província da Huíla, Isaac dos Anjos, manifestou satisfação pelo lançamento da primeira pedra para a construção da “estação especial”, o que significa que está próxima a conclusão das obras do CFM.
“ Há um ano dávamos início à transferência das populações que viviam ao longo da linha férrea no troço entre Arimba e serra da Chela e hoje para minha felicidade e satisfação verifico que as obras das estações principal começaram”, disse.
Isaac dos Anjos tem a esperança de acompanhar a juventude em Agosto, a viajar de comboio no troço entre o Lubango e Menongue em homenagem aos efectivos das Forças Armados Angolanas.
 O Presidente do Conselho de Administração dos Caminhos- de- Ferro de Moçamedes, Manuel Kipaxe garantiu que os trabalhos estão em bom ritmo e a conclusão está prevista para o mês de Dezembro.
Para Manuel Kipaxe a fase experimental da circulação do comboio começa em Agosto do ano em curso, no troço entre Lubango e Menongue. Numa segunda e última fase avançam as viagens experimentais entre Namibe, Lubango e Menongue, em Dezembro de 2011.
Actualmente, esclareceu, as acções estão voltadas para a substituição da linha férrea antiga pela nova no troço Lubango/Namibe, construção das estações, das quais algumas já concluídas.
De acordo com Manuel Kipaxe, já foi reabilitada a linha férrea no troço Matala/Menongue,as  linhas dos entroncamentos do município da Jamba e Chamutete, instalação da fibra óptica, pontes e aquedutos.

Tempo

Multimédia