Províncias

Inovação garante excelência na formação

Domingos Mucuta | Lubango

O director-geral do Instituto Superior de Ciências de Educação na Huíla (ISCED) disse, na cidade do Lubango, que a instituição aposta forte na inovação para fazer face aos níveis de crescimento que se registam nos últimos anos.

Licenciados receberam os seus diplomas
Fotografia: Arimateia Baptista |

Raimundo Dungula falava na cerimónia de outorga de diplomas aos 372 licenciados, de 2010 a 2012, nas especialidades de Matemática, História, Biologia, Filosofia, Química, Física, Pedagogia, Psicologia, Linguística de Inglês, Português e Francês, num acto assistido pelo governador da província da Huíla, João Marcelino Tyipingue.
O director-geral do ISCED afirmou que a instituição está comprometida com a inovação nos métodos e condições de ensino, para a melhoria contínua dos indicadores de qualidade, por ser uma instituição dinâmica e em constante transformação, além de pioneira na formação de técnicos superiores. O Instituto Superior de Ciências de Educação “por si só é um factor de reequilíbrio nacional”, a julgar pela política de quadros estabelecida pelo Executivo. Já formou milhares de quadros que actualmente se destacam na docência, política, governação e diplomacia.
“O grande desafio do ISCED na província da Huíla é tornar sustentáveis os níveis de crescimento que a instituição conhece nos 34 anos de existência. A inovação constante é necessária”, afirmou o responsável da unidade académica, representada também em quatro municípios.
O governador da Huíla, João Marcelino Tyipingue, sublinhou no encerramento da actividade que o ISCED surgiu como uma instituição pioneira do ensino superior que contribuiu, desde a sua fundação, para a formação de quadros docentes de todas as províncias do país.
Os resultados produzidos pela unidade académica são visíveis e positivos, mas manifestou preocupação com a qualidade de todos os níveis de ensino, porque ainda existem debilidades e insuficiências que precisam de ser superadas para que os alunos tenham uma sólida base de conhecimentos. O governador encorajou os licenciados a prosseguirem os estudos, visando o aprofundamento dos conhecimentos e aprimorar a investigação científica.
O Instituto Superior de Ciências de Educação da Huíla, fundado a 30 de Agosto de 1980, já formou cerca de 6.021 licenciados e mestres nas especialidades de Biologia, Química, Matemática, Filosofia, Pedagogia, Psicologia, Física, Linguística Portuguesa, Inglesa e Francesa.

Tempo

Multimédia