Províncias

Jornadas Científicas e Pedagógicas debatem temas socio-económicos

Domingos Mucuta | Lubango


O reforço do intercâmbio científico entre as universidades públicas e privadas de Angola e de Portugal é o principal objectivo das 16ª Jornadas Científicas e Pedagógicas abertas na terça-feira, no Instituto de Ciências de Educação (ISCED), na cidade do Lubango.

Investigadores e docentes nacionais e estrangeiros trocam experiências no Lubango
Fotografia: Arimateia Baptista

O reforço do intercâmbio científico entre as universidades públicas e privadas de Angola e de Portugal é o principal objectivo das 16ª Jornadas Científicas e Pedagógicas abertas na terça-feira, no Instituto de Ciências de Educação (ISCED), na cidade do Lubango.
As jornadas, que hoje terminam, decorrem sob o lema “Por uma Educação Científica ao Serviço da Sociedade Angolana” e contam com a presença de investigadores e docentes das Universidades de Coimbra, Minho e Aveiro (Portugal) e Universidades Mandume ya Ndemofayo e Privada de Angola (UPRA).
Os investigadores e docentes nacionais e estrangeiros convidados estão a apresentar resultados de trabalhos de investigação nas temáticas de Ciências da Educação, Novas Tecnologias, Direito Internacional, Ambiente e Ordenamento do Território, Gestão e Cultura.
O director-geral adjunto para a área científica do ISCED do Lubango, Francisco Pedro, explicou que a ideia é incentivar o intercâmbio científico no ensino superior e estimular a partilha de experiências entre investigadores, professores e estudantes.
Segundo esclareceu, o instituto pretende responder aos desafios da pesquisa científica e desenvolvimento cultural, respondendo aos anseios da sociedade angolana.
O director-geral do ISCED, Raimundo Dungula, salientou, por seu turno, que a instituição quer ser uma referência na formação de quadros. “Queremos promover uma cultura de mudança em todos os domínios técnicos e científicos, formando profissionais competentes, cultos e responsáveis”, adiantou. O programa das jornadas inscreveu sete conferências e 40 comunicações temáticas, com destaque para a “Planificação e Desenvolvimento Estratégico no Ensino Superior” e o “Papel e Lugar das Tecnologias de Informação no Sistema de Ensino Superior”.

Tempo

Multimédia