Províncias

Jovens criam cooperativa de crédito

Arão Martins | Lubango

O coordenador nacional do Fórum Angolano dos Jovens Empreendedores, Alberto Mendes, anunciou, no Lubango, a criação, durante o terceiro trimestre deste ano, de uma cooperativa de crédito, para impulsionar a actividade comercial dos jovens.

Lubango acolheu o encontro onde foram abordados vários assuntos que visam o fomento do empreendedorismo entre os jovens
Fotografia: Arimateia Baptista | Lubango

 “Os jovens vão criar uma alternativa de crédito. São eles próprios que vão fazer com que o programa de crédito seja um facto”, disse o responsável da instituição.
 Alberto Mendes, que anunciou o facto ao Jornal de Angola, no final da feira dos jovens empreendedores, que decorreu no Complexo Turístico da Nossa Senhora do Monte, no Lubango, disse que nesta altura decorre a fase de preparação do plano de negócios.
 O coordenador nacional do Fórum Angolano dos Jovens Empreendedores, informou que cada cooperador vai beneficiar de três milhões de kwanzas, para fortalecer o seu negócio e gerar riqueza. Informou que todos os jovens membros da associação devem participar na cooperativa, porque só assim estão aptos a beneficiar do crédito. “Estamos a criar uma cooperativa de crédito. Esta é a fase de preparação do plano de negócios”, disse.
Alberto Mendes salientou que a cooperativa surge no âmbito de melhorar as práticas para fortalecer a disseminação de negócios sólidos. Esclareceu que a aposta é no auto-emprego e no empreendedorismo por ser uma das vias sustentáveis para a inserção da juventude na vida activa. O Fórum Angolano de Jovens Empreendedores tem filiados em todo o país. “O desafio do Executivo é também diversificar a economia”, disse. Para que os jovens participem neste programa, o Fórum Angolano dos Jovens Empreendedores tem sensibilizado os jovens empreendedores para que aumentem os seus rendimentos pelo trabalho, para beneficiarem a comunidade onde estão inseridos.
 “A nível da diversificação da economia ó, no âmbito do associativismo estamos a despertar os jovens para procurarem outras alternativas inovadoras, para poderem responder ao que o Chefe do Executivo transmitiu no fórum de auscultação”, disse o coordenador.
O Fórum Angolano dos Jovens Empreendedores tem, com o apoio do Executivo, através do Ministério da Juventude e Desportos, Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), vários projectos que estão alinhados ao Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude, que visa melhorar a qualidade de vida de todos.
 Alberto Mendes ficou satisfeito com a forma como decorreu a Feira Regional dos Jovens Empreendedores na Huíla.
O fórum está satisfeito com os resultados obtidos na feira, visto que houve uma mudança dos expositores na criação de novas oportunidades e troca de experiências entre os jovens empreendedores e empresários.  “Todos os expositores foram jovens empreendedores e estamos contentes com os resultados da feira, onde tivemos 97 expositores dos 120 previstos”, afirmou. Alberto Mendes anunciou que acorreram ao recinto da exposição mais de dez mil visitantes: “Foi bom porque houve troca de informação entre a juventude, muita informação e debates, o que permitiu também aproximação positiva entre os jovens empreendedores e empresários”, reconheceu.
 O vice-governador da Huíla para o sector Económico, Sérgio da Cunha Velho, disse que os jovens têm muita capacidade, sabem pensar, inovar e fazer. Informou que vários programas de apoio às iniciativas dos jovens que o Executivo tem gizado visam dar oportunidade de melhorar os seus rendimentos.

Tempo

Multimédia