Províncias

Jovens da região procuram conhecer o estado serológico

Mais de cinco mil pessoas, na sua maioria jovens mulheres, aderiram em 2013 às consultas e solicitaram apoio moral e material ao Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária do Hospital Municipal da Matala, província da Huíla, das quais 49 são seropositivas.

A informação foi avançada sábado à Angop, na Matala, pelo supervisor do hospital, Daniel Leonardo, que frisou que em 2013 a unidade registou o óbito de dez pessoas, vítimas de VIH/SIDA.
“Do número de casos de pacientes infectados pelo VIH/SIDA, registados no hospital, 20 por cento desistem do tratamento, facto que resulta no fracasso da terapia e em mortes, o que está a preocupar as autoridades sanitárias do município.”

Retrovirais suficientes

O supervisor apelou aos pacientes infectados com VIH/SIDA no sentido de serem mais responsáveis e aderirem aos testes voluntários, de forma a conhecerem melhor o seu estado serológico e terem um acompanhamento médico e medicamentoso mais eficaz.
Daniel Leonardo afirmou existirem retrovirais em abundância para atender os pacientes.
 O município da Matala, localizado 180 quilómetros a leste da cidade do Lubango, capital da província da Huíla, conta com uma população estimada em 222.880 habitantes, maioritariamente camponeses. Na região estão em curso diversas acções que visam combater a discriminação dos seropositivos e a sua reinserção na sociedade.

Tempo

Multimédia