Províncias

Kuvango reforça fornecimento de energia eléctrica à população

A administração municipal do Kuvango, 305 quilómetros da cidade do Lubango, província da Huíla, beneficiou, no último fim-de-semana, de um gerador de 500 KVAs para ajudar a minorar as dificuldades de fornecimento de energia na circunscrição, disse segunda-feira, na localidade, o seu administrador, João Hilifilwa.

A administração municipal do Kuvango, 305 quilómetros da cidade do Lubango, província da Huíla, beneficiou, no último fim-de-semana, de um gerador de 500 KVAs para ajudar a minorar as dificuldades de fornecimento de energia na circunscrição, disse segunda-feira, na localidade, o seu administrador, João Hilifilwa.
Ao falar à Angop, a propósito da implementação dos projectos da administração, disse ter recebido do governo provincial um gerador para fazer face às necessidades do município, possível de funcionar em paralelo com o actual de 250 KVAs.
De acordo com o administrador, o gerador começou a ser montado na segunda-feira e procede-se à colocação das extensões (cabos) para alguns bairros e à montagem de sistemas de distribuição para ultrapassar as dificuldades, enquanto se desenvolvem esforços para melhorar o sistema de fornecimento de água.
Quanto à água, avançou, existem projectos em curso no âmbito do Programa de Intervenção Municipal (PIM), que contempla o sistema de reabilitação de energia e águas da circunscrição com a edificação da primeira fase, cujo término está previsto para Setembro, em regime experimental, ao domiciliário, para depois arrancar a segunda.
Além destes programas, acrescentou, serão entregues nos próximos meses três escolas, duas na sede e outra na localidade de Kuando, assim como se executam outros de impacto social com a intervenção da administração municipal, ONGs e população em geral, sobretudo na educação.
Sobre as dificuldades no sector da saúde e educação, disse estar a envidar esforços para superar paulatinamente a questão com o enquadramento de novos efectivos, nomeadamente no fomento de professores, por meio de encaminhamento ao Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED), para assegurar o ensino médio.
Mais de 100 pessoas foram já enviadas para formação superior naquela instituição de ensino.

Tempo

Multimédia