Províncias

Lançado projecto de segurança alimentar para milhares de camponeses em Cacula

Arão Martins | Lubango

Um projecto de segurança alimentar, que envolve 2.500 camponeses e as suas famílias do município de Cacula, província da Huíla, foi lançado pela Direcção Provincial da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA).

Apoio visa o aumento da produção
Fotografia: Jornal de Angola

Um projecto de segurança alimentar, que envolve 2.500 camponeses e as suas famílias do município de Cacula, província da Huíla, foi lançado pela Direcção Provincial da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA).
O projecto, denominado “Kumosi”, visa contribuir para o processo de desenvolvimento rural, participativo e sustentável, através do fortalecimento das associações e cooperativas de camponeses do município de Cacula.
A directora provincial da Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente, Maria Chiloca Soma, disse ao Jornal de Angola que o projecto é financiado pela União Europeia e por uma organização alemã, através do Programa Pão para o Mundo. Maria Soma informou que o projecto vai durar quatro anos e está orçado em 997.700 euros. No município de Cacula, informou, o projecto abrange os camponeses associados em cooperativas das comunas de Tchikuakueya, Viti Vivali e Cacula.
Maria Soma disse que o objectivo é reforçar a capacidade institucional de seis cooperativas e 20 associações, no que se refere à legalização, organização interna, gestão e captação de recursos.
Perspectiva-se também a produção, transformação e conservação de produtos agro-pecuários, através do uso de tecnologias e variedades adaptadas, mecanismos de comercialização dos produtos das cooperativas e associações, através de um maior conhecimento e acesso aos mercados.
A criação de espaços de concertação e diálogo, a nível comunal e municipal e de sistemas de gestão, controlo financeiro, monitoria e avaliação do projecto são também resultados esperados.
Camuenle Tchapua está satisfeito com o desenvolvimento do projecto, que visa fortalecer a capacidade das associações e cooperativas de camponeses e seus familiares no município da Cacula.
Referiu que o Executivo está empenhado em resolver os problemas das populações, com o lançamento de programas de combate à fome e à pobreza, construção de escolas, hospitais e postos de saúde, infra-estruturas do sector da agricultura e do comércio nas localidades: “os equipamentos e as acções desenvolvidas estão a dar outro modo de vida às populações”.
Camuenle Tchapua pediu às autoridades tradicionais e entidades religiosas a sensibilizarem as famílias no sentido de estarem organizadas em associações e cooperativas, para beneficiarem dos apoios do Executivo.  

Tempo

Multimédia