Províncias

Lubango vai ter novos polígonos florestais

Arão Martins | Lubango

Dois polígonos florestais estão a ser criados nos bairros da Minhota e Zona dos Barracões, na cidade do Lubango, pelo  Gabinete Provincial do Ambiente e o Instituto de Desenvolvimento Florestal local, constatou o Jornal de Angola.

Munícipes do Lubango aderem à campanha de plantação
Fotografia: Arão Martins |Edições Novembro

O responsável do Departamento dos Serviços Comunitários na Huíla,Milagre Muchinene,  admitiu  à nossa reportagem que, com a criação dos referidos polígonos, a cidade do Lubango vai ter um clima mais fresco.
 Milagre Muchinene  fez saber que  está igualmente em curso o Programa de Repovoamento do Polígono Florestal do município da Humpata, com vista à substituição das zonas baldias, onde foram cortadas árvores arbitrariamente.
“Vamos também criar e repovoar, na cidade do Lubango, polígonos florestais na estrada que liga a zona dos barracões à rotunda do João de Almeida”, disse, acrescentando que “já foi identificado um centro no bairro da Minhota, onde vai ser erguido igualmente um polígono florestal para tornar a cidade mais fresca em termos de microclima.”
 Milagre Muchinene explicou que as árvores vão servir também de cortina de vento para filtrar a poeira e a poluição da atmosfera. “Nesta senda, foi elaborado um plano director de urbanização a nível do município do Lubango, onde estão a ser colocadas mil e 70 plantas”, disse.
 O responsável disse que vão ser plantados em várias artérias do Lubango eucaliptos, pinheiros e cedros, entre outras espécies, através de uma parceria do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), associações não governamentais e empresários.
 Milagre Muchinene informou que desde Janeiro último já foram colocadas mais de 300 plantas, nos bairros do Chioco, zona do Cristo Rei, Lucrécia e Hélder Neto. “Em toda a província serão plantadas 15 mil árvores  até ao final do ano”, informou.

Tempo

Multimédia