Províncias

Mais acções para a integração de jovens

Arão Martins | Lubango

O responsável dos serviços provinciais do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), Lourenço dos Santos, disse ao Jornal de Angola que é criada em breve, na Huíla, uma Aldeia de Sucesso, destinada à formação e integração de jovens desfavorecidos.

Jovens desfavorecidos que vivem em zonas rurais da província da Huíla vão ser formados e integrados em actividades socialmente úteis
Fotografia: Arão Martins | Lubango

A Aldeia Jovem de Sucesso vai albergar, numa primeira fase, 200 jovens, a serem seleccionados nos 14 municípios da província.
A Aldeia Jovem de Sucesso é um projecto do Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social, para formar e integrar os jovens que vivem nas zonas rurais em actividades socialmente úteis.
O jovem vai à Aldeia para permanecer três anos, durante os quais, além da formação académica, beneficia da formação profissional e integração social.
O projecto é implementado com o financiamento da linha de crédito de Israel. São ministrados cursos de agricultura e de artes e ofícios.
“As áreas a ministrar estão em estudo, junto da Direcção Provincial da Educação. Mas o curso de Agricultura não pode falhar, pois é uma matéria que faz parte da alimentação dos próprios jovens”, esclareceu.
Na província da Huíla, a Aldeia é implementada no município da Matala, 190 quilómetros a leste da cidade do Lubango.
Os especialistas que estão a cuidar do financiamento do projecto já estiveram no local, onde fizeram medições e levantamento das amostras de solo, que estão em análise em laboratório.
A Aldeia de Sucesso no município da Matala é um contributo valioso no programa de combate à pobreza, disse o administrador municipal da Matala. Manuel Vicente assegurou que a formação profissional dos jovens tem sido preocupação constante. Na Matala, acrescentou, foram criados pavilhões de artes e ofícios nas áreas de informática, carpintaria, serralharia, mecânica e carpintaria.
O Governo Provincial, através da Administração Municipal da Matala, tem estado a participar de forma directa no apoio aos jovens visando a criação de cooperativas juvenis, com a distribuição de instrumentos de trabalho e kits diversos, segundo o administrador.
Manuel Vicente exortou os jovens a organizarem-se em cooperativas para beneficiarem de apoios do Governo.

Tempo

Multimédia