Províncias

Mais meios para o ensino

Arão Martins | Lubango

Aperfeiçoar a maneira como se ensina Inglês é o título de um vídeo que é posto à disposição do público dentro de dois meses, pelo departamento de Inglês do Instituto Superior de Ciências de Educação ISCED-Huíla.

Continuam a ser traçadas novas estratégias para melhorar o ensino da língua inglesa
Fotografia: Arimateia Baptista|Lubango

O responsável do departamento, Délcio Tweuhanda, explicou que a elaboração do vídeo foi financiada pela embaixada dos Estados Unidos e inclui comentários, aulas e práticas reais desenvolvidas por docentes e estudantes.
Tem ainda depoimentos de algumas entidades patrocinadoras, que reconhecem avanços no ensino da língua em Angola, e é acompanhado de uma brochura. O objectivo é ajudar e reciclar os professores, que não tiveram a oportunidade de aprender a dar aulas em inglês.
O vídeo surgiu com a introdução de novos métodos de ensino da língua inglesa, pelo Ministério do Ensino Superior, e de outras inovações metodológica que o mundo actual está a adoptar no ensino do Inglês, disse o responsável.
“É didáctico e já se encontra no Yutub, com mais de mil visualizações realizadas”, disse Délcio Tweuhanda.
“A nível da África Subsaariana, até onde sabemos, não existe um vídeo específico de como ensinar Inglês e o ISCED-Huíla, com esta iniciativa, é a primeira instituição nesta região”, salientou Délcio Tweuhanda.
O responsável do departamento de Inglês do ISCED-Huíla afirmou que a cooperação com o departamento de línguas da embaixada norte-americana em Angola tem sido valiosa, o que tem permitido a doação de livros científicos.
A promoção da ida aos Estados Unidos de alguns docentes do departamento para frequentarem programas de curta duração é outra vertente positiva da cooperação com a Embaixada dos Estados U­nidos em Angola.

Tempo

Multimédia