Províncias

Mais pessoas no Quipungo beneficiam de água potável

Arão Martins | Quipungo

Mais de 120 mil habitantes da sede municipal de Quipungo já têm água potável, com a entrada em funcionamento de um sistema de captação, tratamento, armazenamento e distribuição orçado em cerca de 90,8 milhões de kwanzas.

Consumo de água tratada vai ajudar a diminuir doenças hídricas na região de Quipungo
Fotografia: Arimateia Baptista| Quipungo

Mais de 120 mil habitantes da sede municipal de Quipungo já têm água potável, com a entrada em funcionamento de um sistema de captação, tratamento, armazenamento e distribuição orçado em cerca de 90,8 milhões de kwanzas.
O sistema, instalado no âmbito do programa Água para Todos, que só a nível da sede municipal permitiu 185 ligações domiciliárias, tem reservatório, área de tratamento e um tanque de 100 metros cúbicos.
O director provincial da Energia e Águas afirmou que o sistema, construído em parceria com o Ministério da Energia e Água, com capacidade para bombear 45 metros cúbicos por hora, está equipado com meios modernos que garantem o fornecimento sem interrupção. Abel João da Costa disse que no âmbito do mesmo projecto foram construídas sete lavandarias e fontanários e que “nos próximos tempos” são instalados equipamentos idênticos nos municípios da Cacula, Matala e Cuvango
O governador provincial, além do sistema de água também inaugurou no Quipungo um aviário, cuja construção está orçada em quatro milhões de kwanzas, uma unidade fabril e duas escolas, uma de quatro e a outra de seis salas.
João Marcelino Tyipinge esteve na comuna do Sendi, onde entregou uma farmácia e visitou as obras de 200 fogos habitacionais e de um centro médico e uma represa.

Tempo

Multimédia