Províncias

Mangas de vacinação são reabilitadas

Domingos Mucuta| Lubango

Os tangues banheiros e mangas de vacinação das comunas do Lubango estão a ser reabilitados para garantir condições de tratamento e sanidade do gado de criadores tradicionais e fazendeiros, anunciou o administrador municipal.

O projecto de reabilitação de mangas inserido no Programa de Desenvolvimento Rural pretende cuidar e valorizar os criadores que têm no gado a sua principal fonte de sustento familiar
Fotografia: Adão Martins |Lubango

Os tangues banheiros e mangas de vacinação das comunas do Lubango estão a ser reabilitados para garantir condições de tratamento e sanidade do gado de criadores tradicionais e fazendeiros, anunciou o administrador municipal.
Silvano Lévi explicou que este projecto de reabilitação, inserido no Programa de desenvolvimento Rural da administração municipal do Lubango, pretende cuidar e valorizar a actividade agropecuária dos criadores, que têm na criação de gado a principal fonte da riqueza familiar.   O projecto inclui a cons­­trução de infra-estruturas agropecuárias e de alojamento dos técnicos veterinários, existentes nas localidades da Huíla, Arimba, Hoque e Quilemba. Os tangues banheiros permitem o banho por imersão dos animais.
“A ideia é fazer com que haja o controlo de parasitas, para dar relevância à actividade tradicional de cada localidade. Não podemos restringir-nos apenas à cidade. Entendemos que é no meio rural que se obtém a sustentação da economia e do combate à pobreza”, argumentou o responsável. No domínio da agricultura, Silvano Lévi informou que os pequenos agricultores associados em cooperativas estão a receber de alfaias agrícolas, sementes e fertilizantes, à luz do programa de Crédito de Campanha, augurando uma boa produção, dada a regularidade das chuvas.
As populações da comuna do Hoque já têm de energia eléctrica, depois da instalação na localidade de um grupo gerador de 30 KVA.

 Novos passeios


O administrador municipal, Silvano Lévi, esclareceu que os trabalhos de calcetamento com cubos de granito dos passeios do Lubango decorrem a ritmo acelerado, num projecto gizado para dar outra imagem ao centro da cidade, numa parceria público-privada.
Os resultados do processo de calcetamento dos passeios são satisfatórios, a julgar pela extensão de seis mil metros quadrados concluídos em Novembro.
A preocupação das autoridades administrativas da cidade do Lubango  está voltada para a criação de uma equipa multissectorial de técnicos, para assegurar a manutenção de estradas, passeios e jardins, e prevenir a sua degradação. “portanto, estamos a trabalhar para dar uma outra dignidade a cidade”.

Tempo

Multimédia