Províncias

Melhorada assistência médica

Arão Martins| Lubango

A entrada em funcionamento de novos hospitais e centros médicos construídos nos municípios da província da Huíla permitiram aproximar os serviços de saúde junto da população, uma realidade que fez aumentar o número de pessoas atendidas de seis mil para 10.848 doentes, durante os meses de Julho até Setembro do ano findo, refere o relatório da direcção local da Saúde, distribuído aos órgãos de informação, no Lubango.

Prestação de cuidados de saúde para a sobrevivência materna passa pelo aumento de cuidados e serviços essenciais à mulher
Fotografia: Arão Martins| Huíla

O documento refere que, fruto das acções realizadas na construção de novas unidades hospitalares, o número de camas reais é de 1.293. Durante o período em análise, a Direcção Provincial da Saúde na Huíla registou 4.728 partos, o banco de urgências assistiu 41.988 doentes e foram realizadas 80.730 consultas externas.
Foram realizadas ao longo do mesmo período, indica o documento, 4.368 intervenções cirúrgicas e 11.285 exames radiológicos. A prestação de cuidados de saúde para a sobrevivência materna e neo-natal passa pelo aumento da disponibilidade do pacote integrado de cuidados e serviços essenciais à mulher e ao recém-nascido, refere o comunicado.
Os serviços de saúde na província têm desenvolvido vários programas e palestras, com destaque para o programa da malária, actualização das bases de dados provincial, implementação da política nacional de tratamento (baseado no diagnóstico confirmado), distribuição de meios para diagnósticos (reagentes para microscopia) e medicamentos antimaláricos.

Tempo

Multimédia