Províncias

Mestres em ciências sociais são lançados no mercado

André Amaro |Lubango

Mais de 80 finalistas do grau de mestrado em Ciências Sociais do Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) do Lubango, província da Huíla, vão ser lançados ainda este ano, no mercado do trabalho.

Mais de 80 finalistas do grau de mestrado em Ciências Sociais do Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) do Lubango, província da Huíla, vão ser lançados ainda este ano, no mercado do trabalho.
O director-geral adjunto do Instituto Superior de Ciências da Educação para a Área Académica, Carlos Pinto, disse que os finalistas estão a finalizar as suas dissertações.
Teoria de Desenvolvimento Curricular, Ensino das Ciências da Física, Química, Biologia, Matemática, Português, Francês e Literaturas são as especialidades dos futuros mestres. Falando a propósito das comemorações do 31º aniversário da instituição, assinalado no dia 30 de Agosto, Carlos Pinto esclareceu que muitos estudantes que frequentam os mestrados são docentes do ISCED do Lubango.
No próximo ano lectivo, o ISCED do Lubango abre mestrados em Administração e Gestão de Escolas e Ensino da Geografia, com vista a corresponder às necessidades de formação de quadros.
A escola superior tenciona também formar quadros de outras áreas, tendo em conta as exigências do mercado do trabalho.
Além da formação de quadros, disse, a escola vai revitalizar a área de investigação científica.
Sublinhou que para o êxito do programa, estão a ser melhorados os Laboratórios. Também vão ser criados gabinetes específicos, além da realização regular de conferências, colóquios e jornadas científicas. Actualmente, 6.800 estudantes frequentam os cursos de licenciatura nas especialidades de Biologia, Geografia, Filosofia, História, Informática Educativa, Inglês Francês, Português, Matemática, Pedagogia, Psicologia e Química.

Tempo

Multimédia