Províncias

Milhares de contadores são instalados na Huíla

Arão Martins | Lubango

Mais de 24.600 contadores, que permitem controlar o consumo de água por cada cliente estão a ser instalados pela Direcção Provincial da Huíla da Energia e Águas.

Programa de instalação de contadores vai abranger todos os municípios da Huíla
Fotografia: Edições Novembro |

O governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, fez o lançamento do programa, que abrange todos os bairros do Lubango.
 O director provincial da Energia e Águas, Abel João da Costa, que prestou ontem a informação ao Jornal de Angola, disse que o objectivo é fazer com que o cliente pague apenas o que consome.
 Abel João da Costa reconheceu que, na maior parte dos casos, cobra-se aquilo que as pessoas não consomem e noutras vezes as pessoas pagam mais do que consomem.
 “Há situações em que o cliente consome pouco e paga mais e noutros consome mais e paga menos. Com a instalação de contadores de consumo de água a pessoa vai pagar e o Estado cobrar o justo”, reconheceu Abel João da Costa.  O director provincial da Energia e Águas informou que a instalação de contadores abrange todos os bairros da cidade do Lubango e municípios da província da Huíla.
 “Estamos a sair do arcaico sistema de entrega de água por avença, que se verifica na maior parte da nossa cidade”, disse Abel João da Costa, para acrescentar que, em muitos casos, os técnicos acham que a casa deste ou do outro consumidor tem menos ou mais consumo e pode surgir injustiça, que pode ser prejudicial para todos.
 Abel João da Costa esclareceu que a melhor maneira de se evitar constrangimentos é colocar contadores e a partir daí cada um vai gastar água em função da sua capacidade financeira: “A água na Huíla é paga e o sistema já é sustentável há muitos anos, graças a co-participação dos moradores.”
 O governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, reconheceu os avanços que o programa de distribuição de água regista na cidade do Lubango, fruto da execução de vários programas, alguns da responsabilidade do Executivo e outros do Governo local.
 João Marcelino Tyipinge disse que em muitos bairros o trabalho pode ser pouco visível, mas a água já atinge os domicílios de muitos moradores. A acção, acrescentou, continua.
João Marcelino Tyipinge disse que existe empenho das autoridades competentes e dos técnicos nacionais e alguns expatriados, o que faz augurar futuro bom para a população.
 Durante a visita, o governador provincial apelou à população dos bairros do Lubango a racionalizar o consumo de água e reconheceu os cuidados da população na preservação dos equipamentos que estão a ser instalados, mas, por outro lado, lamentou os actos de marginais que tentam saquear os contadores que são colocados nos bairros, com objectivo inconfessos.
 O governador provincial da Huíla pediu aos órgãos de comunicação social locais para passarem mensagens positivas, apelando à vigilância de todos na conservação e cuidados a ter com os equipamentos que estão a ser colocados à disposição da população. “O Governo gasta muito dinheiro para colocar equipamentos sociais à disposição da população e é importante cuidar, para o bem de todos.”
 
Toneladas de fertilizantes

A Província da Huíla vai beneficiar na próxima campanha agrícola de 50 mil toneladas de fertilizantes, no âmbito de uma parceria público-privada de fomento à agricultura familiar, anunciou ontem, no Lubango, o director-geral do Instituto Nacional de Desenvolvimento Agrário (IDA).
David Tunga, que falava à margem da entrega de alguns inputs aos agricultores locais, disse que, com a chegada dos fertilizantes, as preocupações dos produtores vão diminuir.

Tempo

Multimédia