Províncias

Ministério da Reinserção Social leva apoio às vítimas das chuvas na província da Huíla

Arão Martins | Lubango

Mais de mil famílias afectadas pelas chuvas, que se abateram no município de Quipungo, província da Huíla, receberam da direcção provincial do Ministério da Reinserção Social (MINARS), 45 toneladas de bens alimentares diversos.

Mais de mil famílias afectadas pelas chuvas, que se abateram no município de Quipungo, província da Huíla, receberam da direcção provincial do Ministério da Reinserção Social (MINARS), 45 toneladas de bens alimentares diversos.
A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Catarina Manuel, disse que a distribuição dos bens surge na sequência de um apelo do Governo da Província da Huíla, para apoiar as populações, que viram os seus haveres destruídos pelas chuvas.
Catarina Manuel informou que a distribuição dos bens abrangeu idosos e crianças vulneráveis que residem nas localidades da Derruba, Sendi e Hombo. A responsável especificou que foi distribuído arroz, farinha de milho, açúcar, óleo, sabão, feijão, peixe seco, sal de cozinha e roupa usada.
“A distribuição de 45 toneladas de bens alimentares diversos às comunidades do município de Quipungo insere-se no trabalho do Governo de apoiar pessoas carenciadas, sobretudo as afectadas pelas chuvas que destruiu vários haveres”, disse.
 Por sua vez, a administradora municipal de Quipungo, Cândida Ukali, reconheceu que os bens surgiram em boa altura, uma vez que muitas famílias viram os seus haveres destruídos pela chuva. “É bem possível que este ano precisemos de mais doações, porque o milho e o massango que já estavam prontos, perderam-se por causa das enxurradas”, disse. Cândida Ukali informou que as chuvas que caíram na região destruíram não só os haveres, mas também causaram muitos danos nas vias de acesso às comunas, provocando o seu isolamento da sede do município, com excepção do Hombo.

Tempo

Multimédia