Províncias

Muitos doentes abandonam tratamento

Arão Martins | Lubango

O Hospital Sanatório do Lubango, na província da Huíla, atendeu, em Fevereiro, 1.500 novos casos de tuberculose, disse o director provincial da Saúde, Altino Matias.

População aconselhada a procurar hospitais
Fotografia: Arão Martins

Altino Matias explicou ser "muito elevada" a taxa de doentes que abandonam o tratamento. "Os doentes que abandonam o tratamento regressam ao hospital em estado grave, o que faz aumentar o índice de mortalidade", disse.
O director provincial da Saúde lamentou o facto de muitos familiares abandonarem os doentes nas consultas externas e nos internamentos do Hospital Sanatório do Lubango. Para acabar com esta situação, está em curso um programa de acompanhamento dos doentes, principalmente os dos bairros periféricos da cidade do Lubango, segundo o director provincial da Saúde.
“O Hospital Sanatório do Lubango regista taxas de abandono na ordem dos 30 por cento”, disse Altino Matias.
A população, acrescentou, continua a ser aconselhada a procurar as unidades sanitárias logo após os primeiros sintomas da doença.
O Hospital Sanatório do Lubango funciona com sete médicos, 34 técnicos e auxiliares de enfermagem  e 15 técnicos de diagnóstico.

Tempo

Multimédia