Províncias

Mulheres são as que mais produzem

João Luhaco | Lubango

As mulheres rurais são responsáveis pela produção de mais de 60 por cento de alimentos, a nível da província  da Huíla, revelou  na cidade do Lubango, a directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do género, Catarina Manuel.

Fotografia: DR

A responsável que falava no âmbito das festividades do 15 de Outubro, Dia Internacional da Mulher Rural , disse  que apesar do desempenho destacável na produção agrícola, esta franja da sociedade ainda enfrenta muitos  problemas, particularmente para ter acesso à terra e aos imputs agrícolas, para desenvolver condignamente o trabalho no campo.
“As mulheres camponesas suplantam os homens em termos de produção. Portanto, são elas quem produzem a maior parte dos alimentos das comunidades  a nível da nossa província. Exercem um papel importante na preservação da biodiversidade e na garantia da segurança alimentar,” considerou Catarina Manuel.
 “As mulheres das comunidades devem continuar a lutar contra a desigualdade, para alcançarem os seus direitos. Nesta investida, estas mu-lheres contam com o apoio do Governo Provincial”, disse.
Segundo a responsável, as dificuldades de escoamento dos produtos produzidos no campo para os centros urbanos, afigura-se como o maior obstáculo das camponesas.
“ Além da falta  de transporte para escoamento  dos produtos, as camponesas, debatem-se com a falta de equipamentos de produção e escassez de fertilizantes. Portanto, são embaraços que impedem que elas produzam grandes quantidades de alimentos ”, frisou Catarina Manuel.

Tempo

Multimédia