Províncias

Município abre escola de veterinária

João Katombela | | Lubango

Uma escola para a formação de técnicos de veterinária começa a funcionar este mês no município de Quilengues com 40 alunos que vão adquirir conhecimentos sobre tratamento de caninos e bovinos e práticas de vacinação.

Centenas de bovinos foram vacinados no ano passado contra a sarna e carbúnculo sintomático mas este ano as autoridades locais pretendem ultrapassar o número para mais de mil
Fotografia: André Amaro | Lubango

Uma escola para a formação de técnicos de veterinária começa a funcionar este mês no município de Quilengues com 40 alunos que vão adquirir conhecimentos sobre tratamento de caninos e bovinos e práticas de vacinação.
O chefe do departamento provincial dos Serviços de Veterinária disse ao Jornal de Angola que a escola de Quilengues também recebe alunos das províncias de Benguela e do Namíbe. N ano passado, afirmou, foram vacinados contra a raiva cerca de 25 mil caninos e contra a sarna e carbúnculo sintomático, 600 mil bovinos, mas este ano pretendemos ultrapassar aquele número, pois há cerca de 900 mil doses disponíveis
Para atingir os objectivos preconizados e passar a ter maior controlo das doenças que afectam os animais, revelou, é feito, dentro de pouco tempo, o senso dos animais na província. A raiva na Huíla, garantiu, está controlada, embora o município do Cuvango ainda necessita de alguma atenção especial.Uma das medidas adoptadas para combater a doença, afirmou, foi a construção de um canil no bairro da Lalula, arredores da cidade do Lubango, que é inaugurado dentro de pouco tempo, e que vai reduzir o número de cães vadios na via pública.Miguel Barbosa anunciou que o Governo Provincial da Huíla tem para este ano vários projectos para melhorar a vida dos animais, entre os quais a construção de magas de vacinação e tanques banheiros em todos os municípios e comunas.A aquisição de mais medicamentos, a abertura de farmácias e a formação de técnicos de veterinária e de outras áreas do sector, disse, são igualmente prioridades do Governo Provincial.

Tempo

Multimédia