Províncias

Município do Chitembo dispõe de balcão do BPC

Afonso Belo | Chitembo

O governador do Bié inaugurou no município do Chitembo um balcão do BPC, a casa do administrador municipal, uma outra casa para o seu adjunto e duas residências para os quadros colocados no município.

Com a abertura de mais um balcão do BPC o atendimento será facilitado
Fotografia: Jornal de Angola

O governador do Bié inaugurou no município do Chitembo um balcão do BPC, a casa do administrador municipal, uma outra casa para o seu adjunto e duas residências para os quadros colocados no município.
 A inauguração do Banco de Poupança e Crédito (BPC) consta do programa de expansão dos serviços bancários no interior da província do Bié.
 Com a entrada em funcionamento do balcão do município do Chitembo, o BPC eleva para dez o número de pontos de atendimento na província do Bié, onde o banco tem já representações nos municípios do Cuito, com quatro, Chinguar, Andulo, Cuemba, Camacupa e Catabola. Para os serviços bancários chegarem a todos os municípios da província faltam apenas Cunhinga e Nharea.
O governador do Bié, Boavida Neto, disse que com a abertura do balcão do BPC, os funcionários vão deixar de se deslocar ao Cuito para receberem os seus salários.
O governador disse ainda que a agência bancária vai fazer diminuir as faltas ao serviço de professores , enfermeiros e outros quadros do município que abandonavam os seus postos de trabalho por muito tempo justificando as ausências com as longas bichas nos balcões do BPC no Cuito.Boavida Neto disse que com a abertura do balcão estão também abertas as portas para os créditos aos agricultores. Mas o governador recordou que os camponeses têm de se organizar em associações ou cooperativas.
As casas inauguradas enquadram-se no programa de investimentos públicos e de intervenção municipal e custaram aos cofres do estado 24 milhões de Kuanzas. A reabilitação da casa do administrador custou 15 milhões e a do adjunto mais de  nove  milhões de kwanzas.
O município do Chitembo no ano de 2010 beneficiou da reabilitação da Estrada Nacional 140, que dá acesso à província do Kuando-Kubango e de uma repetidora do sinal de rádio e do sinal da telefonia móvel UNITEL. 

Tempo

Multimédia