Províncias

Novas escolas e hospitais deixam crianças satisfeitas

Arão Martins | Lubango

As acções do governo provincial da Huíla, com realce para a construção e reabilitação de infra-estruturas escolares e hospitalares, foram, quarta-feira, enaltecidas por crianças afectas à Organização do Pioneiro Angolano (OPA).

Organização infantil tem mais membros
Fotografia: Arão Martins| Lubango

As acções do governo provincial da Huíla, com realce para a construção e reabilitação de infra-estruturas escolares e hospitalares, foram, quarta-feira, enaltecidas por crianças afectas à Organização do Pioneiro Angolano (OPA).
O secretário provincial da OPA na Huíla, Longa Paquete, afirmou que, no âmbito dos 11 compromissos para com a criança, o Executivo tem estado a desenvolver várias acções que visam recuperar e criar escolas, para garantir um ensino de qualidade no seio das crianças.
Longa Paquete, que falava numa cerimónia de ingresso voluntário de 200 crianças nas fileiras da OPA, acrescentou que a reabilitação de escolas e hospitais deixa optimistas os petizes, para um futuro melhor.
Para o secretário da OPA na Huíla, a sua organização continua a primar pela educação moral, patriótica, promoção da identidade cultural, espírito altruísta e de lazer. A Organização do Pioneiro Angolano controla 12 mil crianças na província da Huíla.
Longa Paquete mostrou-se satisfeito com o comportamento dos pais, que têm anuído à vontade das crianças de ingressar na maior organização infantil em Angola.
O director provincial da Juventude e Desportos, Francisco Barros, disse que o governo provincial vai continuar a apoiar a organização, tendo em conta o amor à pátria.
“Vamos continuar a apoiar a organização para educar as crianças com princípios de amor à pátria, ao povo, à paz e a lutar de forma incansável para a formação integral e harmoniosa”, enfatizou.
O director da Juventude e Desportos na província da Huíla apelou às crianças no sentido de convidarem os irmãos que completem 18 anos a aderirem ao processo de registo eleitoral, em curso no país.

Tempo

Multimédia