Províncias

Novas faculdades criadas em breve na Huíla e Namibe

Arão Martins| Lubango

As opções de formação de quadros de nível superior na Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN), inserida na VI Região Académica, aumentam nos próximos tempos, com a abertura de novas faculdades, anunciou quinta-feira o vice-reitor para Extensão e Cooperação daquela instituição, Pedro Rogério Rey.

O académico, que falava em entrevista ao Jornal de Angola, disse que, no quadro da reorganização e expansão do ensino superior na VI Região Académica e em conformidade com o Decreto-lei n.º 188/14 de 4 de Agosto, vão ser criadas novas unidades orgânicas na Universidade Mandume Ya Ndemufayo.
O vice-reitor anunciou a abertura das faculdades de Medicina Veterinária e de Ciências e o Instituto Superior de Hotelaria e Turismo, no Lubango. Na província do Namibe são criadas as Faculdades de Engenharia e de Ciências Sociais e o Instituto de Ciências de Saúde.
A Universidade Mandume Ya Ndemufayo, em conformidade com a nova configuração geográfica, consignada na Lei, abrange apenas as províncias da Huíla e Namibe e passou a ter seis unidades orgânicas, que são as faculdades de Direito, de Economia, de Medicina e o Instituto Superior Politécnico, todos na Huíla, bem como a Escola Superior Politécnica do Namibe e a Escola Superior Pedagógica do Namibe. O académico disse que a criação das novas unidades orgânicas é um dado adquirido.

Tempo

Multimédia