Províncias

Novo Centro Regional Ortopédico na Huíla

Arão Martins | Lubango

O Centro Ortopédico do Lubango, a funcionar na centralidade da Eywa, comuna da Arimba, município do Lubango, na província da Huíla, é inaugurado no próximo dia 22 pelo governador provincial João Marcelino Tyipinge.

Parte frontal do Centro Regional Ortopédico do Lubango na comuna de Arimba inaugurado em breve com apoio da Fundação Lwini
Fotografia: Arimateia Baptista

O director provincial da Saúde, Altino Matias, garantiu sexta-feira ao Jornal de Angola que decorre o processo de apetrechamento com equipamentos modernos adquiridos com o apoio da Fundação Lwini.
O andamento dos trabalhos foi avaliado pelo governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, na companhia da vice-governadora para o sector Político e Social, Maria João Chipalavela, o administrador municipal do Lubango, Francisco Barros, e técnicos da direcção provincial da Saúde.
A abertura do novo centro, disse o director provincial da Saúde, Altino Matias, vai ajudar a descongestionar o espaço do Hospital Central do Lubango onde funcionam os serviços de ortopedia.
O Centro Ortopédico Regional da Huíla vai produzir palmilhas ortopédicas de correcção, chinelas de compensação para pessoas com deficiência nos membros inferiores, coletes cervicais, próteses de correcção do pé, joelheiras, cadeiras para suporte de bebés com problemas de desequilíbrio da coluna, próteses tibial e femoral, entre outros.
Altino Matias garantiu que os técnicos vão efectuar tratamento de fisioterapia, reparação de outros dispositivos de ortopedia com aparelhos de tecnologia de ponta, tendo em conta o suporte que está a ser dado pela Fundação Lwini. O director provincial da Saúde mostrou-se satisfeito com os gestos de solidariedade da sociedade para com a pessoa com necessidades especiais, o que tem tornado possível o processo de inclusão social de forma natural.
Com a abertura do Centro Ortopédico Regional do Lubango, disse, vai aumentar a capacidade de produção de produtos diversos. Altino Matias acrescentou que melhorarará o fornecimento de matéria-prima e as condições de trabalho. Esclareceu que, actualmente, fabricam-se de próteses do tipo femorais e tibiais, pés de botas, muletas, botas ortopédicas, coletes, talas e palmilhas de correcção ortopédica. O Centro Ortopédico Regional da Huíla vai atender igualmente as províncias do Cunene, Benguela, Cuando Cubango, Namibe, Moxico e Bié.
O material, avançou, é distribuído por intermédio das direcções provinciais do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS) e dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria. As pessoas que mais solicitam os trabalhos da área ortopédica da província da Huíla são as vítimas de acidentes de viação e as que foram atingidas por minas.
Altino Matias explicou que, além da abertura do Centro Ortopédico do Lubango, o governador provincial da Huíla vai inaugurar também o depósito regional de medicamentos, construído na centralidade da Eywa.

Tempo

Multimédia