Províncias

Novo sistema de distribuição garante mais água ao Lubango

Domingos Mucuta | Lubango

O abastecimento de água potável no Lubango, província da Huíla, vai aumentar, com a conclusão das obras de reabilitação e ampliação do sistema de captação e distribuição da cidade, garantiu na sexta-feira o director provincial da Energia e Águas.

População da cidade do Lubango vai ter melhor abastecimento de água potável
Fotografia: Jornal de Angola

O abastecimento de água potável no Lubango, província da Huíla, vai aumentar, com a conclusão das obras de reabilitação e ampliação do sistema de captação e distribuição da cidade, garantiu na sexta-feira o director provincial da Energia e Águas.
Abel da Costa falava no fim de um encontro de apresentação do projecto de reabilitação do sistema de abastecimento de água à cidade, a cargo da empresa alemã Gauff, num investimento de 90 milhões de euros, aprovado pelo Conselho de Ministros, em Janeiro deste ano.
“Sempre acreditámos que o Governo Central estava atento às preocupações dos moradores do Lubango. Com este projecto, vamos materializar o sonho de milhares de habitantes da nossa cidade, atendendo uma das principais necessidades básicas”, afirmou.
Depois de apresentar o projecto ao governador da Huíla, Isaac dos Anjos, o director da empresa alemã, Helmut Gauff, explicou que a consignação das obras acontece em Março, durante a realização, no Lubango, das Jornadas Científicas da Água.  Helmut Gauff disse que os trabalhos  vão incidir na reabilitação completa das três estações de captação do Lubango, ampliação da rede de distribuição, substituição das condutas, e na realização de um estudo para a melhoria do sistema de águas residuais.
O director da empresa alemã frisou que a Gauff pretende partilhar a experiência acumulada na recuperação de infra-estruturas, para ajudar o governo da Huíla a melhorar a prestação de serviços sociais básicos, sobretudo o abastecimento de água potável. Disse ainda que a empresa negociou esta empreitada desde 2008.
Helmut Gauff sustentou que o contrato de financiamento já foi assinado entre os bancos alemães e o Banco de Poupança e Crédito (BPC).
O director provincial das Águas, Abel da Costa, realçou que, dos mil metros cúbicos produzidos actualmente pelas estações de captação de água do Lubango, cerca de 75 por cento são desperdiçados devido ao mau estado das condutas. A cidade do Cristo Rei conta com cerca de um milhão de habitantes.

Tempo

Multimédia