Províncias

Novos centros de saúde para aldeias do Lubango

Arão Martins | Lubango

Os habitantes das comunas de Impulo e Dinde, município de Quilengues, vão dispor, a partir do próximo ano, de dois postos médicos, já em construção, no âmbito do Programa Integrado de Combate à Fome e à Pobreza. 

Os habitantes das comunas de Impulo e Dinde, município de Quilengues, vão dispor, a partir do próximo ano, de dois postos médicos, já em construção, no âmbito do Programa Integrado de Combate à Fome e à Pobreza. 
A par dos dois postos médicos, estão a ser construídas, na mesma comuna, duas escolas primárias, cada uma com seis salas, que vão permitir inserir, no próximo ano lectivo, mais 900 crianças no sistema de ensino. 
O administrador municipal de Quilengues visitou as obras em curso, tendo pedido mais celeridade nos trabalhos para se cumprirem os prazos estipulados. 
Armando Vieira referiu que no município de Quilêngues, além de escolas e postos de saúde, estão a ser abertos novos furos de água
O administrador municipal, que visitou os trabalhos de construção do sistema de abastecimento e distribuição de água potável na comuna do Impulo, afirmou que “a maior parte das obras em curso terminam em Outubro” e devem ser inauguradas em Novembro, no quadro do 36º aniversário da independência nacional.
Armando Vieira anunciou que a administração municipal vai dar continuidade aos projectos de abastecimento de água potável, pois, salientou, “o consumo do líquido não tratado tem sido uma das causas de muitas doenças”.
“Vamos continuar a trabalhar para a qualidade de vida das populações do município ser cada vez melhor, com a existência de água potável, infra-estruturas para a saúde, educação e agricultura”, prometeu o administrador.
Manuel Manico, morador da localidade de Catala, disse, ao Jornal de Angola, que “as acções do governo da província da Huíla estão a conferir um novo modo de vida à população”.

Tempo

Multimédia